Site da rede
Artistasgauchos.com.br
artistasgauchos.com.br

Notícias

Programação Cômica no Porto VErão Alegre 2011
17/01/2011 / Cômica Cultural

Programação da Cômica no Porto Verão Alegre 2011

Ingressos Antecipados : 15,00

Ingressos na hora: 20,00

maiores informações no site: www.portoveraoalegre.com.br

 

SE MEU PONTO G FALASSE
com Patsy Cecato e Heloísa Migliavacca
Direção de Júlio Conte

Um clássico da comédia nacional. 14 anos em cartaz! Mais de 170 mil pessoas já assistiram.
A peça traça com muito bom humor e uma pitada de auto-ajuda o perfil de duas amigas do final do século XX. Temas como sexualidade, casamento, separação, conquista profissional, medo, idade, beleza, auto-estima são, desencadeadas ao longo das quatro fases (Cinderela, Bruxa, Loba e Profissional) que permeiam a história dessas duas mulheres aparentemente comuns, mas que, durante o espetáculo, mostram o seu encanto. O tempo do espetáculo se revela através do calendário que página após página, marca sempre o mesmo dia, revelando o eterno cotidiano da mulher submetida a um ritual de repetição. Escravas de um dia que não termina, mas que, interminavelmente, sempre recomeça. Ao longo dessa quarta-feira sempre igual e sempre diferente, Bia e Ana desfilam suas esperanças, suas queixas, seus projetos, sua dor, seus desejos e fantasias sexuais, sua desilusão e sua intensa capacidade de se refazer e se reinventar.
Dias 27, 28, 29 e 30 de janeiro - 21h
Teatro Novo DC (Shopping DC Navegantes)

MANUAL PRÁTICO DA MULHER MODERNA
com Márcia Ohlson, Patrícia Soso, Xica Campagna e Leonardo Barison
direção: Patsy Cecato

É um texto que acompanha tendências nacionais e internacionais de publicações que traçam, com muito bom humor, um perfil da mulher moderna.Depois da revolução sexual dos anos 60 e 70 surge a Nova Mulher que luta por respeito e liberdade. A Mulher Moderna, em busca de prazer e poder, aparece na segunda metade do século XX e tem como missão conciliar, com sucesso, os papéis de filha, mãe, esposa, amiga, amante, magra e profissional. A Mulher Moderna ri de si mesma, conhece as armadilhas do poder e aceita as suas contradições, expõe não só sua alma, mas também seu corpo já que revistas femininas, revistas masculinas e anúncios publicitários vendem incessantemente um único produto: um corpo perfeito. No MANUAL PRÁTICO DA MULHER MODERNA, as três doutoras desenvolvem a tese “O Comportamento Feminino Moderno Diante da Crise” e, em forma de seminário prático, discutem e ilustram os mais diversos itens que traçam o perfil feminino moderno. A peça joga com os arquétipos da mulher de hoje, propondo dicas para o sucesso feminino em todas as áreas da vida moderna. As três conferencistas, Dra. Aglaé, Dra. Liége e Dra. Tânia Regina expõem, numa sucessão de situações cotidianas, soluções aos problemas da mulher do século XXI. Relação com os pais, casamento, maternidade, espiritualidade, trabalho e a busca do homem ideal são temas tratados com humor ácido, apontando para as armadilhas das receitas e dos Manuais de comportamento. A presença masculina do assistente Alex reforça o tom crítico da peça, no carisma dos seus personagens: pai, marido, professor de ginástica, stripper, garçon, cabeleireiro e chefe.
Dias 04,05,06 de fevereiro – Teatro Renascença - 21h
(Erico Veríssimo, 307 – F: 32898066)



BAILEI NA CURVA
com Cíntia Ferer, Érico Ramos, Evandro Elias, Felipe de Paula, Juliana Brondani, Leonardo Barison, Melissa Dorneles e Patrícia Soso
Música Tema: Flávio Bicca
Texto Final e Direção: Júlio Conte

Bailei na Curva mostra a trajetória de sete crianças vizinhas na mesma rua em abril de 1964. Como pano de fundo, impõe-se uma forte realidade. Um golpe militar num país democrático da América Latina.A peça desenha, ao mesmo tempo, um quadro divertido e implacável da realidade. Divertido sob o ponto de vista da pureza e ingenuidade das personagens que, durante sua trajetória, enfrentam as transformações do final da infância, adolescência e juventude. E implacável graças às conseqüências de um Golpe Militar, que vão refletir na vida adulta destas personagens. Durante o desenvolvimento da história, vai-se desenhando um painel dos usos, costumes e pensamento da sociedade brasileira na segunda metade do século XX. As brincadeiras de colégio, as aulas de educação sexual, as matinês no cinema, as reuniões dançantes nas garagens, os namoros no carro e, também, o retrato de uma juventude que opta pela guerrilha e clandestinidade em contraste a outra juventude que abraça as drogas e cai na estrada e, finalmente, o perfil de adultos que optam pelas conquistas individuais na negação do passado em contraste com aqueles que lutam para resgatar as memórias dos anos de chumbo. Toda uma geração que, à sua maneira e dentro das possibilidades, sonharam com um país diferente. Uma geração que encontra sua maturidade nos movimentos de Anistia e Abertura Política. E que encerra todas as suas esperanças no mandato de Tancredo Neves para Presidente da República.Bailei na Curva, sem perder a ternura, inicia sua história em 1° de abril de 1964 e a encerra no dia oficial da morte de Tancredo Neves, quando um bebê, representando o futuro, é embalado em cena ao som da música Horizontes.
Dias 10, 11, 12, 13 de fevereiro - 21h
Teatro Novo DC – Shopping DC Navegantes prédio D F: 33747626

 



 

 

Av. Osvaldo Aranha, 1070/503 - Fone 51 3268.7016 - comica@terra.com.br

Site desenvolvido pela Metamorfose Agência Digital